• Déficit de Oxigênio Nitrificação (mgO2/l)

  • Concentração de coliformes fecais  (UFC/100 ml)

     
     
     
     
     
     
  • Concentração Nitroamoniacal (mgNH4/l)

  • Concentração de coliformes fecais  (UFC/100 ml)

     

     

     
     
     
  • Concentração Nitrato Orgânico (mgNO/l)

     

  • Demanda Biológica de Oxigênio (mgO2/l)

  • Concentração de Oxigênio (mgO2/l)

  • Concentração de Nitrato (mgNO3/l)

  • Déficit de O2 (mgO2/l)

     
  • Concentração de Nitrato (mgNO2/l)

  • Concentração de Coliformes fecais (UFC/100ml)

     

     

     
     
     
     
  • Concentração de Nitrato (mgPHO/l)

 

Modelo de simulação de dispersão de poluentes.

 

A simulação da dispersão dos efluentes de esgoto doméstico em diferentes cenários vem sendo realizada desde o ano de 2014 através do desenvolvimento de um modelo numérico tridimensional de advecção ­ difusão ­ decaimento, com esquema de elementos finitos que vem sendo estruturado em FORTRAN95 e acoplado diretamente ao modelo hidrodinâmico TELEMAC3D. O poluente modelado é considerado inerte e completamente miscível na água do mar.

 

O modelo representará a concentração de propriedades específicas e, neste contexto, serão considerados como propriedades indicadoras do grau de contaminação das águas: Coliformes Fecais, Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO), Concentração de Nitrogênio e Concentração de Fósforo. Atualmente, o modelo de simulação de contaminantes conta com a implementação da concentração de bactérias (Coliformes Fecais).

 

O sistema de modelagem aplica a técnica de elementos finitos para resolver as equações hidrodinâmicas usando o sistema de coordenadas sigma na discretização vertical, de forma a acompanhar os limites superficiais e de fundo. O método de elementos finitos permite o controle da distribuição de elementos na grade computacional utilizada, permitindo estabelecer alta resolução em áreas de morfologia costeira e topografia de fundo complexa.