DESCRIÇÃO

A crescente demanda pelo uso de energia, que atualmente provém principalmente da utilização de combustíveis fósseis, os quais são limitados e altamente poluentes, estimula a busca por fontes de energia não esgotáveis e menos poluentes. A energia hídrica oferece numerosos benefícios desde o baixo custo energético para estabilização da rede até o controle de enchentes e benefícios ao ambiente como um todo, reduzindo a poluição do ar e a emissão de gases estufa. Os oceanos são uma importante e inesgotável fonte de energia renovável. Esta energia pode ser captada de duas formas: através da energia potencial ou da energia cinética. Esta consiste em aproveitar essencialmente a energia das correntes, e de massas de água associadas.

O Brasil possui aproximadamente 8.000 km de costa e segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 80% da população brasileira vivem a menos de 200 km do litoral. No entanto, ainda não existe um mapeamento da zona costeira brasileira no que diz respeito ao potencial energético utilizável para a conversão em energia elétrica através da utilização de turbinas hidrocinéticas.

Portanto, o objetivo geral desta proposta é realizar um mapeamento do potencial energético da Plataforma Continental Sul Brasileira com respeito à utilização da energia associada circulação oceânica costeira para a conversão em energia elétrica.